SAIBA MAIS SOBRE DOULA

Doula

Doula é uma palavra de origem grega, que significa “mulher que serve”, portanto, doulas são mulheres que servem outras mulheres durante todo o ciclo gravídico-puerperal, trazendo apoio emocional, físico e informativo à gestante.

Apesar de todos os benefícios que as doulas oferecem à mulher durante o trabalho de parto, é importantíssimo ressaltar que: Elas não substituem o médico, a enfermeira obstetra, a parteira e/ou o acompanhante. O propósito da doula é ajudar a mulher a ter um parto seguro, prazeroso e feliz.

Além do resgate ao parto normal, há muito mais vantagens em se ter uma doula durante o nascimento, é cientificamente comprovada que a presença da doula durante o parto reduz em:

  • 50% o índice de cesarianas
  • 25% na duração do trabalho de parto
  • 60% os pedidos de analgesia peridural
  • 40% no uso de ocitocina.
  • 40% no uso de fórceps

Outros estudos também mostram claramente que a presença da doula no pré-parto e parto trazem benefícios de ordem emocional e psicológica para mãe e bebê, incluindo resultados positivos como:

  •  Aumento no sucesso da amamentação
  •  Interação satisfatória entre mãe e bebê
  • Satisfação com a experiência do parto
  • Redução da incidência de depressão pós-parto
  • Diminuição nos estados de ansiedade e baixa auto-estima

RECOMENDAÇÃO PELA OMS

Reconhecimento e Recomendação pela OMS (Organização Mundial de Saúde)

A OMS (Organização Mundial de Saúde) 
incentiva o apoio da doula no parto: 

“O apoio físico e empático contínuo oferecido por uma única pessoa durante o trabalho de parto traz muitos benefícios, incluindo um trabalho de parto mais curto, um volume significativamente menor de medicações e analgesia epidural, menos escores de Apgar abaixo de 7 e menos partos operatórios.”

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. OMS. Maternidade segura. Assistência ao parto normal: um guia prático. Genebra: OMS, 1996

Código de Ética da Doula

I. Regras de Conduta

A.  Atitude: A doula deve manter padrões elevados de conduta pessoal na capacidade ou identidade como provedora de apoio ao trabalho de parto.
B. Competência e Desenvolvimento Profissional: A doula deve buscar se manter competente na prática profissional e na sua performance das funções profissionais através de educação continuada, afiliação em organizações relacionadas e associação com outros provedores de cuidados para o trabalho de parto e parto.
C. Integridade: a doula deve agir de acordo com os mais elevados padrões de integridade profissional.

II. Responsabilidade Ética com as Clientes

A. Prioridade dos Interesses da Cliente: A responsabilidade primeira da doula é com as clientes
B. Direitos e Pregorrativas das Clientes: A doula deve fazer todo o esforço para formentar o máximo de autodeterminação por parte das clientes.
C. Confidencialidade e Privacidade: A doula deve respeitar a privacidade das clientes e guardar em confiança toda informação obtida durante o período de serviço profissional.
D. Dever de servir: A doula deve dar assistência a cada cliente que busque apoio no trabalho de parto, seja oferecendo serviços ou indicando referências apropriadas.
E. Confiabilidade: Quando a doula concorda em trabalhar com uma cliente em particular, sua obrigação é fazê-lo em confiança, sem falhar, pelo termo de acordo.
F. Honorários: Ao estabelecer o preço dos honorários, a doula deve assegurar que seu preço seja justo, razoável, considerando os serviços realizados e a habilidade da cliente em poder pagar. A doula deve claramente estabelecer seu preço para a cliente, descrevendo os serviços, termos de pagamento e políticas de reembolso.

III. Responsabilidade Ética com seus Clientes

A. Respeito, Justiça e Cortesia: A doula deve tratar seus colegas com respeito, cortesia, justiça e bondade.
B. Lidando com as clientes dos colegas: A doula tem responsabilidade para se relacionar com as clientes dos colegas com consideração profissional integral.

IV. Responsabilidade Ética Profissão de Suporte no Trabalho de Parto

A. Manter a Integridade da profissão: A doula deve preservar e aumentar os valores éticos, conhecimento e missão de profissão.
B. Serviços Comunitários: A doula é encorajada a dar assistência na visão da ANDO de “uma doula para cada mulher que queira” reduzindo os custos ou não
cobrando os serviços de suporte no trabalho de parto sempre que possível.

V. Responsabilidade Ética com a Sociedade

  1. Promovendo Bem-estar Materno Infantil: A doula deve promover a saúde geral de mulheres e seus bebês, sempre que possível, assim como de sua família e seus amigos.Fonte: ANDO (Associação Nacional de Doulas)

Doula Pós-Parto 

Chegar em casa com um bebê recém-nascido nos braços é um momento único na vida de uma família. O sonho agora se tornou realidade e está ali, presente e fazendo parte daquele ambiente familiar. Completamente dependente esse pequeno bebê trás em meio a tanta alegria, duvidas, medos e inseguranças que permeiam as primeiras horas e dias em casa. Ter ajuda pode facilitar a conexão entre mãe, pai e filho.
O puerpério é um momento extremamente emotivo para as mães, que além de fisicamente ficam emocionalmente esgotadas.
O trabalho da doula pós-parto é estar junto com a família durante esses primeiros dias, esclarecendo dúvidas, acompanhando os primeiros cuidados com o bebê, ajudando a mãe com a recuperação do parto e com o sucesso da amamentação, garantindo confiança nesses primeiros momentos com o bebê para propiciar tranqüilidade e segurança nos momentos que virão.